Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility

Consultoria em biblioteca, literatura e leitura.

- A +

Jorge Amado e novos projetos foram temas do Segundas Intenções com Josélia Aguiar

Postado em 11 DE agosto DE 2021
A jornalista e escritora Josélia Aguiar foi a convidada do Segundas Intenções de agosto, transmitido ao vivo de forma simultânea nas páginas do Facebook da BVL, da BSP, do SisEB e do Literatura Brasileira no XXI.

Atual diretora da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, ela é autora da mais completa biografia do escritor Jorge Amado, publicado pela editora Todavia, resultado de uma pesquisa de sete anos, vencedor do Prêmio Jabuti 2019.

No bate-papo, mediado pelo jornalista Manuel da Costa Pinto, Josélia Aguiar conta como a literatura e os livros sempre estiveram presentes na sua trajetória de vida e profissional, que começou na adolescência: era uma frequentadora assídua de bibliotecas e já fazia resenhas literárias encomendadas por um professor, na escola.

Foi só o início de uma carreira marcada por uma significativa atuação como curadora, editora, crítica literária e, agora, como escritora, sempre definindo novos rumos nos diversos cenários literários brasileiros dos quais participou ativamente.

A historiadora e jornalista foi colunista e correspondente em Londres do jornal Folha de S.Paulo e editora da revista Entrelivros, (2005 e 2007) - uma publicação de grande circulação com perfil eminentemente literário, voltada para o mundo dos livros, referência para o mercado editorial nacional e internacional.

Como curadora do Festival Literário Internacional de Paraty (Flip), nas edições de 2017 e 2018, trouxe novos ares ao encontro dos escritores, redefinido pautas mais sintonizadas com temáticas da contemporaneidade e revendo os critérios de escolha de autores convidados e homenageados - Lima Barreto foi o autor destacado da edição  de  2017.

Desmitificando Jorge Amado

Para além de ser uma conterrânea de Jorge Amado - Josélia nasceu em Salvador, Bahia, mas vive em São Paulo - sua relação com o autor vem de longe. Leu na época da  escola os livros Mar Morto,  Pastores da Noite, Terras do Sem fim, Tenda dos Milagres e, na sequencia, todos os demais, os quais lhe trouxeram grande impacto.

O convite para escrever a biografia não veio exatamente pelo fato de ser uma boa leitora de Jorge Amado, mas de qualquer forma, o projeto acabou sendo sua estreia como escritora:  “O projeto estava previsto para acontecer em um ano e meio; mas foram necessários sete anos, porque na medida que fazia novas descobertas, a pesquisa foi se estendendo.”, revela Josélia.

Com acesso exclusivo a documentos de família, cartas de parentes, amigos e outros escritores, além de entrevistas e pesquisas no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos, o livro redesenha a trajetória de um dos mais populares escritores do século XX, traduzido para diversos idiomas e  amigo de personalidades como Sartre e Saramago. Autor de clássicos brasileiros, como Capitães da Areia, Jubiabá e Gabriela, cravo e canela com livros que tornaram sucesso no cinema e na TV.

Foram muitas surpresas, que explicam e até justificam o grande sucesso de Jorge Amado, ‘ considerado o autor brasileiro mais conhecido e lido fora do Brasil’. “Jorge Amado era um workaholic, obsessivo por escrever e contar (narrar) histórias, gostava de trabalhar.”, descreve a biógrafa, acrescentando: “Como autor popular, Jorge Amado conseguiu falar com seu público, fez uma literatura essencialmente brasileira!

E sobre futuros próximos, Josélia já anuncia o próximo livro, ainda em andamento, que gira em torno da vida e trajetória da pintora Djanira da Motta e Silva. Para a Biblioteca Mário de Andrade, que chega a quase um século de existência, o investimento na atualização do acervo será um prioridade. “Para que ela continue a ter um acervo completo, daqui a 20 ou 30 anos.”, finaliza Josélia.

Confira este Segundas Intenções na íntegra aqui e acompanhe o próximos encontro com os escritores Fernando Bonassi. 

Lembrando que essas transmissões acontecem ao vivo pelas páginas do Facebook da BVL, da BSP, do SisEB e do Literatura Brasileira no XXI. Anote as datas na agenda e participe!