Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility

Consultoria em biblioteca, literatura e leitura.

- A +

É tempo de comemorar o amor. E os livros!

Postado em 10 DE junho DE 2021
namorados-retangulo

Quem nunca se emocionou ao ler e lembrar de um grande amor? São muitos os livros que tratam desse sentimento, em suas diversas formas, nos mais variados gêneros literários. Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles, Clarice Lispector, Fernando Pessoa, Pablo Neruda, Jane Austen e William Shakespeare foram alguns dos autores que se aventuraram a falar dele.

As explicações para o afeto se multiplicam e você pode encontrar o retrato de relações apaixonadas em diversas obras. Há quem também prefira não defini-lo. Como diz Drummond, “te amo porque te amo” pode ser uma dessas trilhas dentro dos caminhos e descaminhos do amor. Que tal então aproveitar o Dia dos Namorados para aventurar-se em alguns títulos temáticos?

“Verso livre” reúne poemas amorosos, reflexões metafísicas e muito mais em antologia de textos assinados por Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Moraes, José Paulo Alves e Francisco Alvim.

“Traço de poeta” é coletânea de poesias criadas por Cecília Meireles, Affonso Romano de Sant´Anna e Cora Coralina, entre outros, que traçam suas dúvidas e incertezas sobre o amor.

“Obra poética de Fernando Pessoa” conta com dois volumes e soma textos inspiradores deste que é considerado um dos ícones da literatura mundial de todos os tempos.

“Vinte poemas de amor e uma canção desesperada”, de Pablo Neruda, contém o registro do primeiro momento de sua trajetória na poesia.

“O que move as paixões”, de Clóvis de Barros Filho e Luiz Felipe Pondé, é dica para quem procura obra que estimula a reflexão sobre os afetos. No livro, os autores mostram como, de Platão a teóricos contemporâneos, a filosofia tem tentado explicar as paixões e lidar com elas.

“Amor em tempos de likes”, de Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni e Pedro Pereira. Booktubers se inspiram em três histórias da literatura para criar suas versões de contos românticos na era digital: “Orgulho e Preconceito”, “Dom Casmurro” e “Romeu e Julieta”.

Você encontra também trechos de obras de Fernando Pessoa em performances da Cia. do Liquidificador, realizadas de forma online dentro de nossa programação, clicando aqui. Vale acrescentar as dicas de leitura de "Flores azuis" e "Com armas sonolentas", de Carola Saavedra. No primeiro, tudo começa quando um homem recém-separado que abre uma carta de amor destinada ao antigo morador de seu apartamento. Em "Com armas sonolentas", três mulheres muito distintas, mas fortemente interligadas, experimentam amor, desamor e muitas outras relações. Carola participou de nosso Segundas Intenções e falou sobre suas obras em encontro transmitido em nossa página do Facebook.

Quer ainda mais? Há opções na Biblioteca Digital como “Declaração de amor”, de Carlos Drummond de Andrade; “Para viver um grande amor”, de Vinícius de Moraes; e “Orgulho e preconceito”, de Jane Austen. E em audiobooks na Tocalivros como “Escute amor”, seleção de crônicas de Affonso Romano de Sant´Anna; “A paixão segundo G. H.”, de Clarice Lispector; e “Sonhos de uma noite de verão”, de William Shakespeare.

Tema universal, o amor, que é plural e diverso, está no ar nesse final de semana, em especial. Comemore lendo sozinho ou em boa companhia! Afinal, o amor pela leitura deve ser comemorado sempre!