Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
- A +

Webinar compartilha dicas sobre mídias sociais para bibliotecas

Postado em 26 DE março DE 2021
O webinar "Marketing em mídias sociais para bibliotecas: um novo olhar sobre o digital", realizado em 25 de março, abordou a importância da presença do segmento nas redes, e detalhou estratégias e conceitos sobre Facebook, Instagram, Twitter, Tik Tok e YouTube. Mayara Cabral, que comandou a atividade, é mestranda em Ciência da informação, no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, ressaltou a utilização das mídias sociais como instrumento para maior visibilidade e alcance da programação e serviços das bibliotecas, para conectá-las com os mais variados públicos e valorizar os profissionais que ali trabalham.

Especialista em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais pela Universidade Estácio de Sá e bacharel em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense, Mayara é criadora do Biblio Mkt. O projeto visa ajudar bibliotecas e profissionais da área a se posicionarem no mundo digital. Estudiosa do tema, defende o compartilhamento de conteúdos relevantes nas redes como potentes meios de conexão com os públicos atendidos.  "Lembrando sempre que é essencial priorizar as necessidades e preferências da comunidade que buscamos servir!", ressalta.

Com as médias nacionais de tempos gastos na internet e em mídias sociais maiores do que as mundiais (Brasil: 10h e 8min na internet e 3h e 42min nas mídias sociais/dia, segundo pesquisa Digital 2020 realizada pela We Are Social e HootSuite) e a pandemia intensificando a utilização das redes, Mayara recomenda que a presença das bibliotecas se dê depois de uma avaliação sobre o meio utilizado pela comunidade. A partir daí, aconselha o desenvolvimento de uma estratégia de comunicação que inclua essa opção - que ela denomina de presença digital -, entre outras tantas, como o envio de peças de marketing por e-mail e até por SMS.

Como destaca Mayara, a escolha dos conteúdos é essencial nesse processo. E diz que a adequação da seleção, bem como do conteúdo, contribui para os resultados esperados, ou seja, a construção de autoridade, a divulgação do posicionamento da instituição, além de levar ao aumento da interação e engajamento, sem falar no estreitamento da relação com o usuário. Para a especialista, a biblioteca pode tornar-se, assim, até uma importante referência em vários temas, inclusive assuntos da cidadania, exemplificando com a divulgação de calendário de vacinação e de informações sobre os cuidados durante a pandemia.

Sobre o Facebook, Mayara detalhou dois caminhos para os espaços: fanpage ou grupo. No primeiro exemplo, trata-se de escolha essencial para quem precisa ou pode investir em posts patrocinados, mas com entrega orgânica baixa; no caso do grupo, com entrega orgânica muito alta, há a exigência de moderação ou curadoria nas conversas e postagens. Sobre o conteúdo, ela trata da compilação de notícias, da divulgação de eventos, de vídeos, de posts interativos (CTA ou "call to action", que chamem para a participação/interação entre as partes), além de dicas e enquetes. Sobre o YouTube, que se posiciona em segundo lugar, entre os maiores mecanismos de busca (só perdendo para o do Google), Mayara destaca a chance de aumentar a visibilidade da biblioteca a longo prazo e o engajamento, ao realizar lives, entrevistas, oficinas e até a gravação de podcasts e unboxing (aquelas situações de recebimento de itens, sendo retirados das caixas - como a chegada de novos livros ou mobília).

Porta de entrada do universo das mídias sociais, pelo seu alto nível de interação e visibilidade, o Instagram leva à possibilidade de criar suas postagens em diversos formatos (story e feed, por exemplo), mas a vida útil do conteúdo é curta, adverte. Entre as dicas de Mayara, constam a criação de vídeos ou de imagens e mensagens inspiradoras, de memes e até dos bastidores do que acontece com a equipe. As estratégias e as características do Tik Tok e do Twitter também foram abordadas, mas, como salienta, exigem conteúdos ainda mais específicos.

O encontro somou 398 participantes, de 23 Estados e 146 municípios, e teve a participação de Ezequiel Nunes e Guilherme Andrade na interpretação em Libras. Confira galeria de imagens do webinar, que, em seu início, contou ainda com a apresentação da nossa nova plataforma de doação de kits de livros, conduzida por Vanessa Pereira de Sousa, analista de Programas e Projetos do SisEB. Importante acrescentar que o vídeo com a íntegra deste encontro está disponível no nosso canal do YouTube.

[gallery size="full" columns="2" ids="20175,20174,20176,20177"]

 

Política de Privacidade

Este site é mantido e operado por SP LEITURAS - Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura.

Nós coletamos e utilizamos alguns dados pessoais que pertencem àqueles que utilizam nosso site. Ao fazê-lo, agimos na qualidade de controlador desses dados e estamos sujeitos às disposições da Lei Federal n. 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD).

Cookies
Cookies são pequenos arquivos de texto baixados automaticamente em seu dispositivo quando você acessa e navega por um site. Eles servem, basicamente, para que seja possível identificar dispositivos, atividades e preferências de usuários, otimizando a experiência no site. Os cookies não permitem que qualquer arquivo ou informação sejam extraídos do disco rígido do usuário, não sendo possível, ainda, que, por meio deles, se tenha acesso a informações pessoais que não tenham partido do usuário ou da forma como utiliza os recursos do site.

a. Cookies de terceiros
Alguns de nossos parceiros podem configurar cookies nos dispositivos dos usuários que acessam nosso site.
Estes cookies, em geral, visam possibilitar que nossos parceiros possam oferecer seu conteúdo e seus serviços ao usuário que acessa nosso site de forma personalizada, por meio da obtenção de dados de navegação extraídos a partir de sua interação com o site.
O usuário poderá obter mais informações sobre os cookies de terceiros e sobre a forma como os dados obtidos a partir dele são tratados, além de ter acesso à descrição dos cookies utilizados e de suas características, acessando o seguinte link:
https://developers.google.com/analytics/devguides/collection/analyticsjs/cookie-usage?hl=pt-br
https://policies.google.com/privacy?hl=pt-BR
As entidades encarregadas da coleta dos cookies poderão ceder as informações obtidas a terceiros.

b. Gestão de cookies
O usuário poderá se opor ao registro de cookies pelo site, bastando que desative esta opção no seu próprio navegador. Mais informações sobre como fazer isso em alguns dos principais navegadores utilizados hoje podem ser acessadas a partir dos seguintes links:
Internet Explorer:
https://support.microsoft.com/pt-br/help/17442/windows-internet-explorer-delete-manage-cookies

Safari:
https://support.apple.com/pt-br/guide/safari/sfri11471/mac

Google Chrome:
https://support.google.com/chrome/answer/95647?hl=pt-BR&hlrm=pt

Mozila Firefox:
https://support.mozilla.org/pt-BR/kb/ative-e-desative-os-cookies-que-os-sites-usam

Opera:
https://www.opera.com/help/tutorials/security/privacy/

A desativação dos cookies, no entanto, pode afetar a disponibilidade de algumas ferramentas e funcionalidades do site, comprometendo seu correto e esperado funcionamento. Outra consequência possível é remoção das preferências do usuário que eventualmente tiverem sido salvas, prejudicando sua experiência.