Importância da inclusão de obras de autoras negras é tema de webinar do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo


O Webinar Por mais escritoras negras – A importância da inclusão de obras de autoras negras nas bibliotecas será realizado, este mês, pelo SisEB (Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo), coordenado pela Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura (UDBL), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, e que tem a Organização Social SP Leituras (pelo segundo ano consecutivo eleita entre as 100 Melhores ONGs do Brasil) como parceira em sua operação. O encontro online está marcado para o dia 19 (sexta-feira), das 15h às 17h, é gratuito e as inscrições podem ser feitas em http://siseb.sp.gov.br/agenda/ (vagas limitadas). A iniciativa contará com Francilene Cardoso, Neide Almeida e Charlene Lemos e terá mediação do Coletivo Mulheres Negras na Biblioteca. O público-alvo do evento é composto por profissionais das áreas de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Educação, Leitura, Literatura e correlatas.

Saiba mais sobre as palestrantes e o coletivo: Francilene Cardoso é graduada em Biblioteconomia pela UFMA, com doutorado na Escola de Serviço Social da UFRJ, mestrado em Ciência da Informação pela UFF e especialização em História da África e do Negro no Brasil pela Universidade Candido Mendes. É autora do livro “O negro na biblioteca: mediação da informação para construção da identidade negra”. Neide Almeida é escritora, poeta, educadora, pesquisadora, produtora e gestora cultural. Socióloga pela FESPSP, ela é mestre em Linguística pela PUC-SP e especialista em Gestão Cultural Contemporânea, além de atuar na área de direitos humanos, especialmente no campo da leitura e das relações étnico-raciais. Charlene Lemos é graduada em Biblioteconomia pela Unesp, mestre em Ciência da Informação pela ECA-USP e diplomada em Gestión de Bibliotecas Públicas pela Universidad Alberto Hurtado (Chile). Charlene coordenou a Biblioteca Pública Maria Firmina dos Reis, atualmente é coordenadora da Biblioteca Pública Raul Bopp e docente no curso de pós-graduação em Gestão de Bibliotecas Escolares.

Coletivo Mulheres Negras na Biblioteca – Carine Souza é graduanda em Letras, técnica em Biblioteconomia, revisora e preparadora de textos, produtora cultural e uma das idealizadoras do projeto Mulheres Negras na Biblioteca. Juliane Sousa é formada em Letras pela Unifesp, produtora cultural, ambientalista, jornalista, apresentadora de rádio e televisão, roteirista, poeta e uma das responsáveis pelo projeto Mulheres Negras na Biblioteca. Beatriz Gonçalves Nogueira dos Santos é graduanda em Biblioteconomia pela USP. Importante ressaltar que o webinar contará com tradução em LIBRAS e o link para acesso à plataforma online do evento será enviado um dia antes da atividade. Fique por dentro das atividades do SisEB em http://siseb.sp.gov.br/agenda/.

Com a necessidade de estimular o distanciamento social e outras medidas de proteção contra o contágio pelo novo coronavírus, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo criou o #Culturaemcasa, que amplia a oferta de conteúdos virtuais dos equipamentos. Importante lembrar que o SisEB está com atividades presenciais suspensas. Para saber mais sobre esta e outras ações online, acesse: http://siseb.sp.gov.br/.

 

Webinar Por mais escritoras negras – A importância da inclusão de obras de autoras negras nas bibliotecas

Dia 19 de junho, das 15h às 17h.

Com Francilene Cardoso, Neide Almeida e Charlene Lemos. Mediação: Coletivo Mulheres Negras na Biblioteca.

Grátis. Vagas limitadas. Inscrições pelo link:  http://siseb.sp.gov.br/agenda/.